1. Ornitologia
  2. Sabia?
  3. Fichas de Aves
  4. Fotos
  5. Vídeos

 

 

“Quanto mais aumenta nosso conhecimento, mais evidente fica nossa ignorância”

John F. Kennedy

 

 

 

 

As AVES constituem uma Classe de animais vertebrados, com quase 10.000 espécies, mais de metade das quais são pássaros (5.400 espécies pertencem à Ordem Passeriforme); mas é verdade: nem todas as aves são pássaros! A Classe das Aves pertence à Superclasse dos tetrápodes (Tetrapoda), que são descendentes de peixes sarcopterígeos de barbatanas lobadas, que deram origem a membros e que assim se designa por apresentarem quatro membros, tal como o homem; também nesta designação existe uma nuance de significado entre tetrápode (do grego) e quadrúpede (do latim), com o mesmo siginificado etimológico, mas que se distinguem por os primeiros serem os que têm quatro membros e os segundo os que apoiam quatro membros no solo ou “patas”.

 

As Aves são caracterizadas por serem bípedes, endotérmicos (ou animais de "sangue quente"), ovíparos, são conhecidas principalmente por possuirem penas, asas, bico córneo e ossos pneumáticos e ... por terem a capacidade de voar ( bem, ... quase todas).

 

Para poderem voar as Aves sofreram modificações evolutivas essenciais que lhes permitiram o voo:

- endotermia

- desenvolvimento de penas

- desenvolvimento de ossos pneumatizados ou ocos e de um sistema de sacos aéreos

- presença de quilha

- perda, atrofia ou fusão de ossos e outros órgãos, como por exemplo a ausência de bexiga urinária ou a atrofia do ovário direito

- corpo leve e aerodinâmico com desenvolvimento muscular limitado

 

Ainda do ponto de vista morfológico existem outras características específicas das Aves como seja o caso da siringe, que se localiza na traqueia e é responsável pela produção e emissão de sons ou canto.

 

Existem razões fundamentadas para afirmar que as AVES constituem um pico evolucionário: para além de formarem uma classe recente dentro dos vertebrados, com uma extrema adaptação ao voo, endotermia e com uma diferenciação e desenvolvimento cerebral extraordinária, ocupam potencialmente todo o meio ambiente, marcando posição em todos os nichos ecológicos.

 

 

? SABIA QUE ?

 

TERMOS E FACTOS SOBRE AS AVES:

(todos estes factos foram confirmados e não são o resultado de erros dactilográficos)

 

 

 

 

existem 23 ordens de aves, 142 famílias, 2.057 géneros e 9.703 espécies; das quase 10.000 espécies de aves, existem 3.200  na América do Sul, 2.900  na Ásia, 2.300  na África, 2.000 na América do Norte, Central  e Caraíbas, 1.700 na Austrália, 1.000 na Europa e 65 na Antárctica.

 

existem ainda 315 espécies de papagaios em todo o mundo;

 

as aves podem ser precociais, as cujas crias ao nascer são logo relativamente maduras e independentes, com penas, com os olhos abertos e capazes de andar (ex.: galinha), ou altriciais, se as suas crias ao eclodir ainda são muito dependentes dos progenitores, nascendo sem penas e com os olhos fechados (ex.: canário); ainda se pode usar o termo superprecocial para aquelas que possam, ao nascer, viver completamente sem os progenitores (ex.: perú do mato da Austrália); normalmente as gemas dos precociais são maiores que as dos outros;

 

a temperatura corporal de uma ave, normalmente, é 7 a 8 ºC superior à do humano; por esta razão e porque não têm a capacidade de transpirar, por não terem glândulas sudoríparas, cerca de ¾ do ar inspirado é utilizado para arrefecer a temperatura corporal;

 

a frequência cardíaca de uma ave é de cerca de 200 a 400 batimentos por minuto, em repouso, consoante as espécies, chegando facilmente aos 1000 em voo;

 

ao contrário das mandíbulas dos mamíferos, nas aves ambas as mandíbulas (inferior e superior) são móveis e têm movimento;

 

a única ave sem asas é o quivi da Nova Zelândia (em português não se escreve ‘kiwi’); o pinguim e a avestruz também não voam;

 

o quivi também é a única ave que não tem narinas na base do bico;

 

os colibris batem as asas 50 a 70 vezes por segundo; eles são as únicas aves a poder voar para trás;

 

o pica-pau pode bater, na madeira, 20 vezes por segundo com o bico e a construção de um ninho exige quase sempre mais de 170.000 bicadas na madeira;

 

o colibri “Mellisuga helenae” é a ave mais pequena, medindo 5 cm e pesando apenas 1,8 gr; a avestruz é a ave viva mais pesada, podendo chegar aos 160 kg, e o seu cérebro é menor que cada um dos seus olhos; o cisne branco e a abetarda são as aves voadoras mais pesadas, com até 18 kg;

 

o marabu, “Leptoptilos crumeniferus”, com um comprimento de asa de 4,06 m é provavelmente a ave com a maior envergadura de asas;

 

o papagaio mais pequeno é um papagaio pigmeu com cerca de 8 cm;

 

o maior bico é o do pelicano australiano com 47cm;

 

uma águia pode ter cerca de 7.000 penas; os perús cerca de 3.500;

 

as penas de uma ave pesam mais que o seu esqueleto;

 

o ovo mais pequeno é o do colibri, enquanto o maior é o da avestruz; mas o maior ovo que deve ter existido poderá ter sido o da ave elefante, entretanto extinta em Madagáscar, que pesava um pouco mais de 12 kg;

 

encontrou-se um ovo de galinha com 9 gemas;

 

diz-se que o maior ovo de galinha já encontrado pesava 450 gr e tinha gema dupla;

 

o ovo do quivi tem um terço do volume da respectiva ave;

 

para ficar bem cozido um ovo de avestruz deve ferver durante quase uma hora;

 

o pombo “Pitohui dichrous”, da Papua, Nova Guiné, é a única ave considerada venenosa, possuindo uma neurotoxina na pele e penas que causa consideráveis parestesias a quem lhe toca;

 

 

 

 

ASSOMBROSO !!!

SABIA ?

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copie o banner ON: