1. ORNITOFILIA
  2. Legislação
  3. Desportiva
  4. ARQUIVO
  5. Aves

 

 

ORNITOFILIA

 

 

“ Nunca deveis utilizar uma palavra nova, a não ser que ela tenha estas três qualidades: ser necessária, inteligível e sonora”

Voltaire

 

 

 

A palavra ORNITOFILIA não existe!!!

 

Se consultarmos um dicionário de língua portuguesa verificamos que não existe a palavra "ORNITOFILIA".    (e ficamos perplexos: porquê?)

 

Mas existe a palavra ORNITÓFILO! E existem ornitófilos. Do grego “órnis” (ave) + “philos” (amigo, agradável, gosto ou preferência, mania).

Então ORNITÓFILO será aquele que tem a mania, ou filia, das aves. Bem, pelo dicionário, também não será bem assim: "Ornitófilo" é aquele que se dedica à Ornitologia; e Ornitologia é a ciência que faz parte da Zoologia que se dedica a estudar as aves.

Mas não temos formação científica para exercer uma ciência! Não somos cientistas, decerto. Nas nossas gaiolas não praticamos uma ciência, por mais que o quisséssemos!

Então ORNITÓFILO não será aquele que tem a mania, ou filia, das aves? É que isso é verdade: SOMOS NÓS!

E como se chama essa mania?

"ORNITOFILIA", claro! Etimologicamente faz sentido. Mas a palavra ornitofilia não existe! Mas porquê?

Por acaso até existe e é necessária uma desambiguação: em termos científicos (não vem no dicionário, mas é um termo científico), ornitofilia refere-se à polinização feita por aves. (confusos? claro!). Etimologicamente não faz sentido: filia é um gosto ou mania (mas até pode ser uma polinização!).

E depois no dicionário até existe uma palavra que descreve parcialmente o que fazemos: ORNITOTROFIA ou arte de criar aves. Mas nós não somos "ornitotrófos" e sobretudo somos mais que criar aves, temos a MANIA das AVES.

É mesmo mania, acreditem!

 

Resta-nos então o direito de usar uma palavra que não existe, uma palavra nova: ORNITOFILIA.

Ela é NECESSÁRIA, INTELÍGIVEL e SONORA!!!

Necessária, mais que nunca: até consta frequentemente no nosso voabulário comum como sendo a mania e arte de gostar, tratar bem e criar AVES. E não nos revemos noutra definição.

Intelígivel, sem dúvida: por exemplo se existe aquariófilo e aquariofilia e se existe ornitófilo...   ... deveria existir ... ORNITOFILIA!

Sonora, claro: é bonita essa palavra; e a beleza conta.

 

Existem palavras que deveriam servir uma única vez, mas esse até não é o caso de ORNITOFILIA: nós repeti-la-emos! E já o dissemos: sejamos felizes também a fazer e a escrever o que gostamos. Temo ou não esse direito?

PERDOEM-NOS por usarmos uma palavra que não existe mas deixem-nos utilizar esta palavra sob protesto de a mesma não existir.

 

Não se esqueçam: a palavra ORNITOFILIA, apesar de etimologicamente fazer sentido, não existe em sentido puro da semântica.

 

 

 

 


 

 

Na O.N. somos ORNITÓFILOS e praticamos a ORNITOFILIA no sentido de mania, e vício, e amor às AVES.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

Copie o banner ON: